Palavra perversa

Resumo: Poeta de rara sensibilidade, Armando Freitas Filho perverte a bem comportada literatura brasileira contemporânea ao aproximar elementos díspares no tempo e no espaço, estabelecendo conexões entre o modernismo, o pós-moderno e a infância.

Voltar | Back